CURTAS-METRAGENS

FAROL ACESO

Cinema Contemporâneo, Felipe André Silva (PE, 2019, 5’, DCP)

Eu era bem novo quando fui estuprado pela primeira vez. Pensava em contar essa história um dia, a história dessa foto. Faltava coragem. Se o filme pudesse falar por mim eu conseguiria.

Caranguejo Rei, Enock Carvalho, Matheus Farias (PE, 2019, 23’, DCP)

Eduardo tem uma doença misteriosa em seu corpo. A aparição de caranguejos por toda a cidade do Recife pode ter algo a ver com isso.

Tempestade, Fellipe Fernandes (PE, 2018, 20’, DCP)

Ao longe, sobrevoando os vulcões multiplicados, uma tempestade elétrica era gestada em silêncio.

A Mulher que Sou, Nathália Tereza (PR, 2019, 15’, DCP)

Marta abre os olhos. Está cansada. A viagem foi longa. Mas o que tem pela frente pode ser ainda mais difícil. Ou não. Vai depender, afinal, do modo como irá encarar o que ainda está por vir no seu caminho. Ela sabe que o que está por vir não será fácil. E apesar da canseira, da enxaqueca que a imobiliza, da filha que está ao seu lado – e que conta com sua responsabilidade – está disposta a fazer o movimento necessário para seguir em diante.

Swinguerra, Bárbara Wagner, Benjamin de Burca (PE, 2019, 23’, DCP)

Na quadra de esportes de uma escola pública, um grupo de dançarinos ensaia rotinas altamente disciplinadas sob o olhar atento de um coreógrafo. As tensões assombram os desejos pessoais enquanto são observados pelas companhias rivais.

A Cristalização de Brasília, Guerreiro do Divino Amor (RJ/DF, 2019, 7’, DCP) *exibido antes de SuperOutro

Em novo capítulo do seu Atlas Superficcional Mundial, Guerreiro do Divino Amor faz uma análise crítica da sociedade brasileira a partir de estudos multidisciplinares sobre cidades, trazendo o excesso como recorrente recurso de linguagem e investigando as múltiplas ficções e mitos em torno delas.

Rosário, Juliana Soares, Igor Travassos (PE, 2019, 18’, DCP) *exibido antes de Indianara

Rosário mora no morro da conceição e trabalha numa feira de bairro. Desde que sofreu uma grande perda, ela tem o hábito de ouvir o programa policial toda manhã e rezar pelas vítimas e suspeitos dos crimes da madrugada, até que um dia ela vira personagem de uma dessas histórias.

Sagan om den lille Dockpojken / A História do Pequeno Puppetboy / The Tale of Little Puppetboy, Johannes Nyholm (Suécia, 2008, 18′, DCP) *exibido antes de Koko-di Koko-da (sessão do Cine São Luiz)

Puppetboy está suando rios de massinha, se preparando para a visita de uma dama. Um dramassinha em quatro atos.

LONGAS-METRAGENS

Abismo Tropical / Tropical Abyss, Paulo Caldas (Brasil, 2019, 72′, DCP)

Um retrato da angústia de um artista no dia das eleições no Brasil, em 2018. Um testemunho em primeira pessoa, em tempo real, com questionamentos existenciais e estéticos, nos quais o diretor faz reflexões sobre o tempo, dilatando o presente, beirando a queda livre num futuro incerto.

Casa, Letícia Simões (Brasil, 2019, 94′, DCP)

Letícia é uma filha que fica dez anos fora de casa e resolve retornar para o seu lar. Porém, esse processo é um pouco complicado por conta das crises de depressão e bipolaridade de sua mãe, mas também um motivo de reaproximação familiar. Na tentativa de aproximar os laços, Letícia tenta acessar velhas fotos e objetos de família, mas, para isso, ela irá precisar convencer sua mãe de que é uma boa ideia.

Indianara, Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa (Brasil, 2019, 84′, DCP)

Revolucionária por natureza, Indianara Siqueira lidera um grupo de mulheres transgênero que lutam pela própria sobrevivência em um lugar tomado por preconceito, intolerância e polarização.

Jogos Dirigidos, Jonathas de Andrade (PE, 2019, 57′, DCP) *trilha sonora ao vivo

Na comunidade de Várzea Queimada, povoado no Sertão do Piauí com cerca de 900 habitantes e um alto índice de surdos-mudos em sua população, o acesso à água e aos investimentos públicos é escasso, assim como a aprendizagem da Libras oficial. Ante todas essas dificuldades, a comunidade de surdos-mudos de Várzea Queimada criou a sua própria linguagem.

Passages / Passagens, Lúcia Nagib, Samuel Paiva (Reino Unido, 2019, 94′, DCP)

Passagens mostra uma seleção de filmes brasileiros em que a utilização de expressões artísticas, como música, pintura, teatro e literatura, constituem uma passagem para as realidades social e política. Para isso, o documentário exibe entrevistas com importantes cineastas brasileiros, como Kleber Mendonça Filho e Tata Amaral.

State Funeral / Funeral de Estado, Sergei Loznitsa (Holanda/Lituânia, 2019, 135′, DCP)

A notícia da morte de Stalin em 5 de março de 1953 chocou toda a União Soviética. A cerimônia de sepultamento foi assistida por dezenas de milhares de pessoas em luto. O documentário acompanha cada estágio do espetáculo fúnebre e aborda a questão do culto à personalidade de Stalin como uma forma de ilusão afetiva induzida pelo terrorismo. Apresenta uma visão sobre a natureza do regime e seu legado, que ainda assombra o mundo contemporâneo.

Synonymes / Synonyms, Nadav Lapid (França/Israel/Alemanha, 2019, 123′, DCP)

Um jovem israelita desembarca em Paris, determinado a virar costas às suas origens e à sua identidade, com a ajuda de um simples dicionário de hebraico-francês.

The Lighthouse / O Farol, Robert Eggers (EUA/Brasil, 2019, 110′, DCP)

Início do século XX. Thomas Wake, responsável pelo farol de uma ilha isolada, contrata o jovem Ephraim Winslow para substituir o ajudante anterior e colaborar nas tarefas diárias. No entanto, o acesso ao farol é mantido fechado ao novato, que se torna cada vez mais curioso com este espaço privado. Enquanto os dois homens se conhecem e se provocam, Ephraim fica obcecado em descobrir o que acontece naquele espaço fechado, ao mesmo tempo em que fenômenos estranhos começam a acontecer ao seu redor.

Vitalina Varela, Pedro Costa (Portugal, 2019, 124′, DCP) *première brasileira

Vitalina Varela, 55 anos, cabo-verdiana, chega a Portugal três dias depois do funeral do marido. Há mais de 25 anos que Vitalina esperava o seu bilhete de avião.

SESSÕES COMENTADAS PELO DIRETOR

Bacurau, Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles (Brasil/França, 2019, 132′, DCP)

Num futuro próximo, Bacurau, um povoado do sertão de Pernambuco, some misteriosamente do mapa. Quando uma série de assassinatos inexplicáveis começam a acontecer, os moradores da cidade tentam reagir. Mas como se defender de um inimigo desconhecido e implacável?

Divino Amor / Divine Love, Gabriel Mascaro (Brasil/Uruguai/Dinamarca/Noruega/Chile/Suécia, 2019, 101′, DCP)

Joana, uma escrivã de cartório, usa sua posição no trabalho para salvar casais que chegam para se divorciar. Ela faz de tudo para levar os clientes a participarem de uma terapia religiosa de reconciliação no grupo “Divino Amor”. Tudo é em nome de um projeto maior para a manutenção da família sagrada dentro da fé e da fidelidade conjugal.

Curtas brasileiros
Curtas internacionais
Competição de Longas
Clássicos do Janela
Sessões Especiais
Programas Convidados
Em breve
Em breve